Site desenvolvido por Macplus - (61) 98128-6001

Shigs 714/914 E Talento 29 - Asa Sul, Brasília - DF, 70390-145

Tel: 61 - 3346-6616

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon

POLISSONOGRAFIA

 

Conhecido como estudo das doenças do sono, consiste na monitorização das seguintes funções: neurológicas, respiratórias, cardiológicas e motoras.

Exames

PROVA DE FUNÇÃO PULMONAR

PROVAS VENTILATÓRIAS

Consiste em: Espirometria, Curva Fluxo/Volume, Volumes Pulmonares e Fator de Difusão.

Espirometria

 

É um teste que mede a quantidade de ar que uma pessoa é capaz de inspirar ou expirar a cada vez que respira, ou seja, a quantidade de ar que um indivíduo é capaz de colocar para dentro e para fora dos pulmões e a velocidade com que o faz.

A espirometria é um exame não invasivo e indolor, que dura cerca de meia hora. Geralmente o paciente estará sentado e deverá respirar através de um tubo contendo um bocal, conectado ao espirômetro. Uma presilha de borracha tapará seu nariz, garantindo que toda respiração seja feita pela boca e tenha que passar pelo aparelho. Durante o exame será alternativamente pedido ao paciente que respire tranquilamente por algum tempo; que encha o pulmão completamente; que assopre com o máximo de força e rapidez possível e, depois, lentamente. O teste poderá ser repetido, depois de aplicado ao paciente uma medicação broncodilatadora, geralmente sob a forma de spray. Esse exame gera, no computador, uma série de curvas, tabelas e gráficos que o médico analisará e que fornecerá uma série de parâmetros que o informarão sobre as condições ventilatórias do paciente (volume expirado forçado (VEF), capacidade vital forçada (CVF), volume residual (VR) e muitos outros.